Leia o manifesto. O dia “D” instituído pela Resolução do Conselho Estadual de Assistência Social - CEAS nº 638/2018 em comemoração à promulgação da Lei Orgânica de Assistência Social – LOAS em 07 de dezembro de 1993, tem por objetivo a promoção por meio de campanhas institucionais da política de assistência social e a defesa em torno dos direitos socioassistenciais e do combate ao preconceito contra a usuária e o usuário do SUAS.

Leia mais...

Com o apoio do Governo de Estado, através da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, o Centro de Referência da Mulher de Lagoa Santa recebeu no último dia 05/06 mais um veículo para melhoria do trabalho da equipe no atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e/ou de gênero. Mais agilidade e efetividade no enfrentamento e combate à violência de gênero e na defesa dos direitos da mulher do município.

O atendimento do Centro de Referência foi ampliado através de parceria entre a Polícia Militar e a Polícia Civil. A partir de agora, a mulher que procurar a Delegacia será acolhida por uma profissional da psicologia no Espaço "Mulher Legal", no próprio local. O atendimento será contínuo, sob agendamento e também de prontidão, em situações de emergência, mediante contato telefônico da delegacia para a Centro de Referência.

Os atendimentos serão realizados com total sigilo sobre os fatos relatados e a mulher, após acolhida, será encaminhada para o Centro de Referência para o atendimento integral com profissionais da psicologia, serviço social e assessoria jurídica.

O combate aos abusos devem começar desde a primeira agressão como: piadas ofensivas, chantagem, excesso de ciúmes, ridicularização e humilhação em público. Cabe a mulher e pessoas próximas denunciarem, pelo disque 180 ou ligue para a Polícia Militar de Minas Gerais no 190.

 

Lagoa Santa participa do mutirão do cadastramento dos beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) no Cadastro Único, em atendimento a portaria do governo federal, que estabelece o prazo até dezembro de 2018 para que todos os beneficiários do BPC estejam inseridos no CadÚnico.

Quem ainda não fez o cadastro no CadÚnico deve se cadastrar. As famílias já inscritas também devem atualizar as informações. As pessoas que não se cadastrarem até dezembro deste ano terão o benefício cortado.

Já as que ainda não são beneficiárias, mas se enquadram no perfil para receber o BPC: idosos com 65 ou mais, com renda familiar per capita de até um quarto do salário mínimo ou pessoas com deficiência que a incapacite para uma vida autônoma e para o trabalho, também devem fazer o cadastro para receber o benefício, garantido pela Constituição Federal e regulamentado pela Lei Orgânica de Assistência Social (Loas).

Lembrando que a pessoa com deficiência de qualquer idade, precisa passar pela perícia médica do INSS para atestar a condição.

Para quem não sabe, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) é a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter o direito. No entanto, este benefício não paga 13º salário e não deixa pensão por morte.

CadÚnico

Endereço: João XXIII, 271 - Centro

Telefone: (31) 3688-1364


O Centro Tecnológico de Capacitação – CTC, em parceria com a Prefeitura de Lagoa Santa, abriu as inscrição para 225 vagas do curso de Informática básica para o primeiro semestre deste ano. As aulas são gratuitas com inscrição no período de 22 a 26 de janeiro.

Leia mais...