A dificuldade de aprendizado de um aluno dentro da sala de aula pode estar relacionada a questões associadas à saúde que não é de conhecimento dos seus pais. Pensando nisso, foi criado, no Centro de Especialidades Médicas Multidisciplinar (CEMM), o ambulatório Psicopedagogia e Pedagogia Clínica.

A proposta é promover, prevenir e reduzir os danos à saúde de crianças e adolescentes com dislexia, transtorno específico da leitura, caracterizado por um baixo desempenho da capacidade de ler e escrever. A partir de agora, assim que detectado algum problema de déficit de aprendizagem na escola, entra em ação o ambulatório de articulação em rede da Saúde e Educação, o novo serviço implantado no CEMM, que vai prestar um atendimento especializado e multidisciplinar direcionado aos alunos e seus familiares.

Nas escolas municipais, existem profissionais capacitados nas salas de recursos para identificar aqueles alunos que apresentam ou podem apresentar casos de dificuldade de aprendizagem, dentre outros problemas, e atuar, junto aos profissionais da Saúde, na prevenção e no tratamento destes casos.

Os atendimentos são realizados por profissionais da Saúde e Educação com a participação de fonoaudiólogos, psicólogos, psicopedagogos com o apoio dos professores e pais. A parceria entre a escola e a família é essencial para o sucesso do tratamento.