No dia 6, sexta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde, realizou um encontro para o lançamento da programação especial dedicada a campanha de prevenção do câncer de mama que acontecerá nas unidades de saúde da cidade.

Leia mais...

A Prefeitura de Lagoa Santa participa da campanha nacional do Outubro Rosa do Ministério da Saúde. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa para o biênio 2016–2017 são cerca de 600 mil novos casos.

Para a Sociedade Brasileira de Mastologia o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos novos casos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade a incidência do câncer de mama cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos.

É importante que as mulheres façam o autoexame, uma vez que 65% das mulheres descobriram o câncer de mama sozinhas, ao perceber alguma alteração na mama. A orientação do Ministério da Saúde é que mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos façam mamografia, em um intervalo de dois anos.

 

ORIENTAÇÕES SOBRE PREVENÇÃO


Prevenção do câncer de mama significa diminuir ou eliminar a exposição da mulher aos fatores de risco a fim de reduzir a possibilidade da ocorrência da doença ao longo da vida.

Consumo excessivo de álcool, excesso de peso, principalmente na pós-menopausa, e terapia de reposição hormonal aumentam o risco de câncer de mama.

A terapia de reposição hormonal (TRH), principalmente a terapia combinada de estrogênio e progesterona, aumenta o risco do câncer de mama.

O aumento de risco de desenvolver a doença diminui progressivamente após a suspensão da TRH. A exposição excessiva à radiação ionizante, como as utilizadas em exames de imagem (raios X, tomografia e mamografia), também aumenta o risco de câncer de mama.

Por meio da alimentação saudável, atividade física e do controle do peso corporal é possível evitar 28% dos casos de câncer de mama.

A amamentação exclusiva até os seis meses é fator protetor para o câncer de mama. A realização de mamografias de rotina (rastreamento) fora da faixa etária de 50 a 69 anos aumenta o risco de diagnosticar cânceres que nunca causariam sintomas (sobrediagnóstico) e de expôr desnecessariamente a mulher à radiação ionizante.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva - INCA

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE: 

 

INFORMAÇÃO TÉCNICA

A Prefeitura de Lagoa Santa descentralizou o atendimento do laboratório de análises clínicas para deixar mais próxima e acessível a coleta de material para a realização de exames da população.

Leia mais...

A Secretaria Municipal de Saúde por meio do Departamento de Controle de Zoonoses realiza, nos dias 23 e 30 de setembro de 2017, a Campanha de Vacinação Antirrábica de cães e gatos. A meta este ano é imunizar 6.500 animais e, assim, manter o controle da doença na cidade.

A vacinação acontecerá nas Unidades Básicas de Saúde.

No dia 23/09, será realizada nos bairros: Aeronautas, Visão, Lapinha, Campinho, Palmital, Sangradouro, Novo Santos Dumont e Morro do Cruzeiro.

No dia 30/09, nos bairros Francisco Pereira, Ouvídeo Guerra, Jardim Ipê, Centro, Promissão, Santos Dumont, Várzea, Brant, Moradas da Lapinha e Santa Helena/Vila Maria.

A raiva é transmitida principalmente por cães, gatos, morcegos e alguns animais silvestres. A transmissão ocorre principalmente pela saliva, mordida ou arranhão de animais infectados.

Os principais sintomas em pessoas são mudanças de hábitos e comportamentos, hidrofobia (medo de água) e paralisia. A pessoa que teve contato com um animal suspeito deve procurar imediatamente atendimento médico.

Para vacinar seu animal, recomenda-se levar os cães contidos por corrente ou guia e, de preferência conduzidos por adultos. Os gatos devem ser levados em gaiolas transportadoras, enrolados em mantas ou em sacos de linhagem.

Cães e gatos somente podem ser vacinados com mais de três meses de vida. Após vacinados, os animais não devem ser submetidos a esforços físicos. As cadelas e gatas prenhas também devem ser vacinadas.

 

CapaFacebook Campanha Antirrabica