Passamos um terço de nossas vidas trabalhando. Isso significa que o ambiente de trabalho é essencial quando o assunto é qualidade de vida e bem estar. Atualmente, os transtornos mentais respondem por uma parcela considerável das ausências no trabalho, além de causar outras dificuldades profissionais.Passamos um terço de nossas vidas trabalhando. Isso significa que o ambiente de trabalho é essencial quando o assunto é qualidade de vida e bem estar. Atualmente, os transtornos mentais respondem por uma parcela considerável das ausências no trabalho, além de causar outras dificuldades profissionais.

No Brasil, segundo, dados extraídos do 1º Boletim Quadrimestral sobre benefícios por incapacidade de 2017, divulgada pela Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda,  os transtornos mentais e comportamentais foram a terceira causa de incapacidade para o trabalho, totalizando 668.927 casos, cerca de 9% do total de auxílios-doença e aposentadorias por invalidez concedidos no período de 2012 a 2016.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que no Brasil, cerca de 23 milhões de pessoas sofrem com transtornos mentais e necessitam de algum atendimento em saúde. É muita gente, quase 12% da população. 

Os desafios da globalização e do desenvolvimento tecnológico impõe condições que, muitas vezes, extrapolam os limites das habilidade e capacidades individuais. E o resultado disso, no ambiente do laboral, é o estresse que pode se transformar em depressão, síndrome do pânico e outros importantes transtornos mentais.

Como passamos grande parte do tempo no trabalho é importante que essa discussão seja levada para empresas. A saúde mental dos funcionários é essencial para o bom andamento das atividades.

Um ambiente onde os colaboradores se sentem frustrados, exauridos mentalmente e têm relações ruins entre si, é um ambiente que é prejudicial à saúde mental de quem o frequenta.

Cartaz Seminario SaudeMental Trabalho Web

 

Começa, hoje, em todo o país, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe que segue até 1º de junho. O Dia D, considerado a data mais importante de mobilização nacional, está marcado para 12 de maio, um sábado. Em Lagoa Santa, os postos de vacinação funcionarão neste dia de 8h às 17h. Começa, hoje, em todo o país, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza que segue até 1º de junho.

O Dia D, considerado a data mais importante de mobilização nacional, está marcado para 12 de maio, um sábado. Em Lagoa Santa, os postos de vacinação funcionarão neste dia de 8h às 17h.

Confira o posto de vacinação mais próximo e não deixe de vacinar:  UBS Lapinha, UBS Campinho, UBS Palmital, UBS Moradas da Lapinha, UBS Pôr do Sol, Policlínica Centro Oeste, Creche Maria dos Anjos, UBS Aeronautas, UBS Visão, UBS Francisco Pereira, Solarium e UBS Novo Santos Dumont. 

Aproveite a semana para vacinar com tranquilidade nas Unidades Básicas de Saúde: 

Dias úteis (segunda a sexta-feira)

UBS Campinho: 8h às 12h e 13h às 15h30

UBS Moradas da Lapinha: 8h às 12h e 13h às 15h30

Policlínica Centro Oeste: 8h00 às 12h e 13h às16h30

UBS Palmital: 8h às 12h e 13h às15h30

UBS Recanto do Poeta: 8h às 12h30

UBS Aeronautas: 8h às 12h30 (segunda, quarta e sexta-feira)  

Lembre-se de levar seu cartão de vacinas e um documento de identidade. Os pacientes com alguma doença precisam apresentar também o relatório médico.

Quem deve vacinar? 

Em comparação com 2017, não teve nenhuma alteração em relação ao público que deve vacinar. A escolha do grupo prioritário se deve ao fato de eles serem mais vulneráveis aos efeitos da gripe e sofrerem mais com seus sintomas e consequências. Em Lagoa Santa, fazem parte deste grupo mais de 14 mil pessoas.  

Até o dia 1º de junho, devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. 

E se eu não faço parte desses grupos?

Nesses casos, é possível tomar a vacina numa clínica particular ou aguardar, caso haja sobra no estoque, após o dia 01/06/18, para vacinar na rede municipal de Saúde.

A vacina contra gripe é segura e salva vidas. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza.

Reações não apresentam risco de vida. Em 15 a 20% dos pacientes, a vacina podem provocar dor, vermelhidão e endurecimento do local e passam em 48 horas. A vacina é feita de vírus inativado, não provoca a doença. 

Mais informações: 3688-1383

 

BannerSite Gripe


Fonte: Empresa Brasileira de Comunicação e Ministério da Saúde

O surgimento do caramujo africano está relacionado à gestão correta do lixo. Para evitar a sua ocorrência, é necessário manter terrenos e ruas capinados. O cuidado vai além, já que lugares onde há presença de lixo e mato são propensos para o aparecimento deste molusco. Seu controle passa pelo manejo ambiental, ou seja, eliminar as condições de abrigo e alimentação. O surgimento do caramujo africano está relacionado à gestão correta do lixo. Para evitar a sua ocorrência, é necessário manter terrenos e ruas capinados. O cuidado vai além, já que lugares onde há presença de lixo e mato são propensos para o aparecimento deste molusco. Seu controle passa pelo manejo ambiental, ou seja, eliminar as condições de abrigo e alimentação. 

Leia mais...