A Translago protocolou no início deste mês um ofício solicitando ao Diretor Geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Célio Dantas, a autorização para que a Prefeitura possa realizar intervenções no trevo de entrada da cidade visando dar mais segurança aos motoristas, pedestres e moradores dos bairros Visão e Aeronautas.

 

Por se tratar de área de jurisdição do Estado de Minas Gerais, onde é vedada a ação da Prefeitura sem prévia autorização dos órgãos competentes, a Translago, preocupada com o crescente número de acidentes no trevo solicitou a autorização para que o município possa realizar parcialmente o projeto de sinalização e de segurança viária no local.

 

Se autorizada pelo DER, a intervenção terá por objetivo antecipar os serviços na área de jurisdição do Estado e providenciar a implantação de faixas elevadas para pedestres, redutores de velocidade e sonorizadores. “Trata-se de uma medida necessária e não podemos mais esperar. Por isso, contamos com a colaboração do DER no sentido de autorizar a Prefeitura a iniciar a execução parcial do projeto de segurança viária”, diz o diretor da Translago, Roberto Félix.

 

Segundo o diretor, a Prefeitura tem cobrado insistentemente as intervenções a serem realizadas pelo DER no trecho que compreende a entrada da cidade, da marginal da MG 010 até a entrada do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa e também em um segundo trecho sob a jurisdição do departamento, localizado entre os bairros Vila Maria, Moradas da Lapinha e Vila José Fagundes.

 

A Translago informa que qualquer intervenção nesses locais só pode ser realizada pelo DER ou com o consentimento do órgão, caso contrário, o município pode ser multado além de ter qualquer alteração viária em execução, embargada.