alt

 

A Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizou nesta terça-feira, 02, uma reunião para abordar a possibilidade de integração do serviço de táxi entre os municípios de Lagoa Santa, Confins e Belo Horizonte.


O requerimento para a discussão do assunto foi apresentado pelo deputado João Vitor Xavier que defende a unificação do serviço de táxi. Segundo ele, o fato dos taxistas terem permissão para levar os passageiros até o Aeroporto Internacional de Confins, mas não poder retornar com outros passageiros representa prejuízos em todos os sentidos “tanto para  os taxistas de Belo Horizonte quanto para os taxistas de Lagoa Santa e Confins que trazem passageiros para a capital e têm que retornar vazios”, ressaltou o deputado.

 

Participaram da reunião que durou mais de duas horas o diretor de fiscalização do DER, João Afonso Baêta; o diretor de Transporte da Prefeitura de Lagoa Santa, Roberto Félix de Souza; a gerente de Atendimento e Informação da Bhtrans, Jussara Bellavinha; o presidente do Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários (Sincavir), Dirceu Eugênio Reis e o representante da prefeitura de Confins, Claudinei Elton Ribeiro dos Santos.

 

O diretor de Transporte de Lagoa Santa, Roberto Félix, fez questão de deixar claro que para Lagoa Santa não é interessante participar da unificação do serviço de táxi. Os representantes dos taxistas de Lagoa Santa reiteraram a posição do diretor. Confins também se manifestou contra a integração.

 

Durante a reunião não houve nenhum acordo. As discussões sobre uma possível integração do serviço de táxi continuaram em outro gabinete da ALMG. O deputado João Vitor Xavier entendeu que é importante esgotar o diálogo conforme pensa o prefeito de Lagoa Santa, Dr. Fernando Neto. “Se for o caso de acordo é importante que seja interessante para todos os envolvidos”, é o que diz o prefeito quando questionado sobre o assunto.


Na próxima segunda-feira será realizada mais uma reunião entre as partes interessadas para discutir o assunto.