O prefeito de Lagoa Santa, Dr. Fernando, e o diretor da Translago, Roberto Félix, participaram, nesta quarta-feira, 26, na sede da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel), de uma reunião entre os prefeitos da Região Metropolitana e o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas (SETOP), Murilo Valadares. Na pauta, o transporte público e os problemas enfrentados pelos usuários no dia a dia com pontos de ônibus, número de linhas, horários insuficientes, terminais, Move e tarifas. 

 

O secretário, Murilo Valadares, apresentou a pesquisa OD - Origem e Destino, realizada em 2012 e que serviu como base para o diagnóstico e mapeamento da rede de transporte municipal e intermunicipal da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os dados da pesquisa comprovam que problemas no transporte coletivo influenciam diretamente no cotidiano urbano, com reflexos no trabalho, habitação, lazer, estudo, compras e consequentemente no desenvolvimento econômico e nos os aspectos sociais. “Na medida em que a cidade cresce, aumenta a dependência pelo transporte e assim, a mobilidade e ocupação territorial são assuntos inseparáveis no planejamento das cidades em expansão”, enfatiza o estudo. 

Além da melhoria na qualidade dos serviços, o prefeito Dr. Fernando defendeu os usuários do transporte coletivo contra o aumento no valor das tarifas. "O sistema não pode mais ser refém das empresas de ônibus. Temos que fazer políticas públicas de transporte no sentido de defender os usuários contra o aumento abusivo das tarifas", ressaltou o prefeito, declarando total apoio da Prefeitura de Lagoa Santa, à iniciativa da SETOP.

O prefeito também disse que trabalha para que o Move tenha um ponto central em Lagoa Santa. "Queremos que o Move saia de um ponto central da cidade e para isso a Prefeitura se compromete a fazer todas as obras de infraestrutura", finalizou.   

De acordo com o secretário, Murilo Valadares, tanto a pesquisa quanto o diagnóstico vão permitir a elaboração de um plano do governo estadual para o transporte coletivo na RMBH.